11 perguntas e respostas sobre Home Office

Trabalhar em casa é o sonho de muita gente, mas alguns receios ainda rondam a cabeça das pessoas quando o assunto é a criação de um Home Office. As mudanças são muitas e quando bem administradas podem proporcionar ao empreendedor que decide trabalhar em casa um ganho expressivo em termos de produtividade e qualidade de vida. Segue abaixo a entrevista realizada pelo estudante de jornalismo Ramon Martins.

1. O que é exatamente um Home Office?

É trabalhar fora do espaço de um escritório tradicional, de forma remota. Na maioria das vezes o trabalho é realizado à partir de um escritório em casa. Por isso o nome. O trabalho pode ser executado de forma autônoma (empresários e freelances), ou sob contrato (teletrabalhadores que têm a permissão de executar parte do trabalho fora do escritório da empresa)

2. Qualquer um consegue ter um Home Office e trabalhar longe da correria da empresa, ou existe algum perfil específico para esse tipo de profissional?

Algumas profissões não permitem que o trabalho seja realizado em casa. Algumas casas não comportam o home office. Algumas famílias não colaboram para que o trabalho seja realizado assim e algumas pessoas não tem o perfil e a disciplina necessária para esta modalidade. Os demais casos são candidatos.

3. Como funciona o dia a dia de quem pode trabalhar em casa? Como funciona a sua rotina de trabalho?

A rotina deve ser igual a de um escritório tradicional. Porém, permite-se um pouco de flexibilidade com relação aos horários e código de vestuário. A grande vantagem neste caso é o tempo ganho com deslocamentos.

4. Quais são as diferenças no dia-a-dia e responsabilidades do profissional que é autônomo e de um profissional que presta serviços para outra empresa?

Ambos tem responsabilidades e prestam contas, mas para diferentes pessoas. O teletrabalhador ao seu superior, e o autônomo ao seu cliente. No restante, a rotina deve ser parecida.

5. Quais são as principais vantagens e as maiores preocupações em trabalhar por conta própria?

Vantagens: aumento de qualidade de vida, saúde, flexibilidade de horários, possibilidade de ficar perto dos filhos, ganho de tempo sem o deslocamento, redução de interrupções de colegas e de perda de tempo com reuniões…
Preocupações: isolamento profissional, proximidade com a TV e geladeira, falta de concentração, falta de suporte técnico, interrupções dos familiares, procrastinação e síndrome de burnout…

6. Como começar um Home Office?

(1) Fazer uma auto-análise se existe o perfil (2). Decidir a atividade. (3) Conversar com a família. (4) Escolher um espaço na casa adequado. (5) Adquirir equipamento e mobiliário adequados. (6) Imprimir material de divulgação e apresentação (caso seja autônomo/empresário). (7) Estabelecer uma rotina de prospecção, horário de expediente, metas, etc…

7. O que se deve evitar para ter sucesso ao montar um escritório em casa?

A falta de disciplina…

8. Como você vê a importância da acessibilidade à tecnologia em relação ao desenvolvimento de projetos autônomos?

Com o desenvolvimento tecnológico muita coisa mudou, principalmente em relação à produção e disseminação de conteúdo. O acesso gratuito à informação e às ferramentas de trabalho com certeza viabilizam muitos aspectos do trabalho em casa. Para começar, sem internet e e-mail provavelmente o trabalho em casa seria impossível. Seja em pesquisas de conteúdo, comunicação com cliente e fornecedores ou atualização profissional, a tecnologia é a grande aliada nesta modalidade de trabalho.

9. Como delimitar quando já se encerrou o expediente ou se ainda é necessário continuar e insistir até que o trabalho esteja concluído?

O ideal é obedecer a um horário de expediente pré-definido. Mas como há flexibilidade de horário, podem haver exceções (cuidando para não se criar um hábito). O importante é respeitar o bioritmo (cada pessoa produz melhor em certo horário), sem perder o equilíbrio.

10. O que uma empresa ganha ao contratar os serviços de um profissional que trabalhar em um Home Office?

No meu caso, a economia que tenho no overhead da empresa (custos com aluguel, luz, água, etc), é repassado sob forma de desconto para meus clientes. E como posso gerenciar meu tempo de uma forma mais otimizada, acabo trabalhando com prazos mais curtos. Em resumo, meus clientes recebem a qualidade de uma agência grande, com preço e prazo de freelancer.

No caso de um funcionário contratado, a vantagem está na economia do posto de trabalho. O espaço físico, estrutura, mobiliário e equipamento custa caro em uma empresa. Se o funcionário utiliza sua própria estrutura, acaba economizando estes custos.

11. Home Office é uma tendência? Por que?

Acredito que sim. Está havendo um grande aumento no número de profissionais que trabalham de casa. A tecnologia cada vez mais acessível e o trânsito das cidades cada vez pior está favorecendo muito para o crescimento deste modelo de trabalho.

Fonte: Go Home

GD Star Rating
loading...

6 COMENTÁRIOS

  1. Olá ,

    Gostaria de fazer parte deste novo cenário online de trabalho. E sesse no work office home é uma boa possibilidade de acréscimo de renda extra.Mas realmente o secreto para o sucesso é disciplina e empenho com honestidade.

    Bem agredido que vendi meu peixe recém pescado. Um abraço!

    Mário Ribeiro

  2. Meus caros,

    Em primeiro lugar parabéns pelo arito sobre trabalho em casa. Sou leigo em relação a legislação, e tenho a seguinte dúvida.

    Um amigo meu foi selecionado para uma trabalho de telemarketing, que será realizado em sua casa.

    Minha dúvida é basicamente sobre os controles.

    O escop do trabalho é o seguinte:

    Ele atenderá ligações de usuários que estejam com dúvida de localizar endereços de lojas na internet. Ou seja, o cliente liga querendo saber onde encontrar determinada loja, daí ele faz a busca na internet e passa o endereço desejado.

    Ele loga no sistema ( WEB )as 8h e desloga as 16h12min.( tem 1 h de almoço e não trabalha aos finais de semana ). Tem direito a todas as pausas que o operador que está no escritório, tudo feito pelo sistema. De meia em meia hora, ele tem que fazer um reconhecomento biométrico com a palma da mão, para provar que é ele mesmo que está ali( esta autenticação faz a leitura das veias ). Segundo a empresa explicou a ele, é a forma de saber se realmente é ele que está trabalhando ou se colocou outra pessoa em seu lugar. E além disso, ele recebe feedbacks sobre o seu trabalho através de vídeos chamadas.

    Existe algo de iregular nestes controles? Há alguma caracterização de invasão de privacidade ?

    Minha dúvida é basicamente saber se o escopo deste trabalho está dentro da lei.

    Ah! Ele tem todos os direitos iguais ao funcionário do escritório, tickets, salário e tudo mais é ídentico aos outros.

    Aguardo sua resposta, desde já obrigado.

    Patrick

    • De acordo com o relatado por você está sim de acordo com a legislação trabalhista. Inclusive a análise biométrica para logar conferindo se é realmente a pessoa contratada. Isso porque na relação trabalhista há a obrigatoriedade da pessoalidade, ou seja, o funcionário nunca pode mandar uma outra pessoa trabalhar no seu lugar. Quanto aos direitos, não vejo óbice para não pagá-los aliás, salvo se houver convencionado entre os sindiciatos patronal e de empregados o não pagamento do vale-refeição visto que o funcionário não trabalhe na empresa e com isso tem a possibilidade de se alimentar em sua própria residência.

  3. Concordo. Trabalhar em casa é econômico, mas falta estrutura para quase todas as atividades básicas de uma empresa.

    Escritórios virtuais ou escritórios compartilhados (coworking) são uma opção para pequenas empresas e empreendedores individuais.

  4. Excelente entrevista. Parabéns sobre a forma como o assunto foi abordado. Optar pelo HomeOffice é uma tendência e creio que exige muita disclipina do profissional. É uma decisão que deve ser tomada depois de criteriosa análise.
    Gostaria de mencionar algumas desvantagens e em seguida, sugerir possíveis soluções:
    Desvantagem 1.:O profissional acaba tendo seu endereço residencial exposto e sua privacidade comprometida.
    Desvantagem 2.: Caso necessite receber um cliente em seu HomeOffice, vale lembrar que o escritório deve estar preparado para isto (isento de interrupção por parte de filhos, cônjuge, tarefas domésticas…)
    Desvantagem 3.: Uma linha telefônica dedicada apenas ao HomeOffice seria garantia de profissionalismo no atendimento de chamadas. Mas, sempre que o profissional estiver fora do escritório ou em reunião com clientes, o recebimento de chamadas estará comprometido.

    O profissional pode contar os serviços de um escritório virtual para resolver todas as possíveis desvantagens acima citadas. Veja como:
    1. Num escritório virtual ele poderá contratar a cessão de domicílio comercial. Ou seja, poderá ter em seu cartão de visitas um endereço comercial com a garantia de manter a privacidade de seu domicílio. Esta opção também vale para obtenção de alvarás.
    2. No escritório virtual de sua escolha, ele poderá utilizar salas executivas e de reunião e pagar por hora ou pelo período que a estrutura for utilizada. Além da estrutura de salas, uma recepcionista treinada estará recebendo o seu cliente com profissionalismo.
    3. Caso deseje, o profissional poderá contratar o serviço de atendimento telefônico. O escritório virtual contratado receberá suas chamadas de forma personalizada, e encaminhará recados via on-line (e-mail, MSN, Skype…). Atendimento profissional, em seu nome, sem encargos trabalhistas.

    Os escritórios virtuais estão localizados em todos os grandes centros brasileiros. Uma tendência nos Estados Unidos e Europa, este tipo de serviço vem ganhando espaço no Brasil. No entanto as soluções oferecidas pelos EV´s, como são chamados, são ainda pouco conhecidas por profissionais e empresas.

    Muitos oferecem até um “Test-Drive” onde o cliente pode por 30 dias utilizar o serviço e contratá-lo com a certeza de que suprirá sua demanda.

    Mais uma vez parabéns pela matéria.

    Elisangela Martins
    AAZ OFFICES BUSINESS CENTER
    Araucária/PR

  5. Sob meu ponto de vista o sucesso ou fracasso de um Home Offce esta ligado diretamente a disciplina, não apenas do profissional, mas sobre tudo de seu ambiente familiar, pois este pode ser um ponto positivo e motivador ou se tornar o principal emprecilio. Em resumo antes de tomar uma decisão destas, na minha humilde opinião, o mais importante é fazer uma análise completa do seu perfil e do ambiente em que você irá trabalhar. Concordo com os pontos apresentados na entrevista, que além de esclarecer servem de base para o início de um projeto de Home Office. Parabéns pela entrevista.

DEIXE UMA RESPOSTA