Está com medo de que alguém roube a sua ideia de startup ao apresentá-la? Veja nesta matéria como não deixar roubar sua ideia de startup e fique bem mais tranquilo na hora de discutir o seu projeto com alguém ou apresenta-lo a possíveis investidores.
Está com medo de que alguém roube a sua ideia de startup ao apresentá-la? Veja nesta matéria como não deixar roubar sua ideia de startup e fique bem mais tranquilo na hora de discutir o seu projeto com alguém ou apresenta-lo a possíveis investidores.

Como não deixar que roubem sua ideias de startup

Você tem uma boa ideia de negócio e não discute com os outros por não saber como não deixar que roubem sua ideia de startup? Bem após ler este artigo acreditamos que ficará mais tranquilo.

É claro que sempre existe uma possibilidade, ainda que pequena, de alguém roubar a sua ideia ou projeto só porque ouviu você falando sobre ela.

O segredo para reduzir essa chance a zero é convencer qualquer um que você é a melhor pessoa para executar o projeto. Agindo dessa forma ou não terão qualquer interesse em roubar a sua ideia, ou irão desistir de copiar ao ver sua competência para desenvolvê-lo, ou então irão pedir para participar com participar do negócio com você.

Como trabalhar para isso acontecer? De que forma essas conversas devem ser levadas para chegar a esse objetivo? Vamos ver a seguir.

Comente sobre a sua ideia de startup com familiares

Comece contando sua ideia para pessoas muito próximas, como familiares ou amigos em quem você pessoalmente confia. Não vai ajudar muito, porque eles provavelmente lhe dirão “que ótima ideia!” e darão pequenas sugestões de melhoria.

Mesmo assim, é um bom treino para articular sua explicação além é claro de ser o início do processo de validação da ideia. Antes de pensar em como não deixar roubar a sua ideia de startup, é importante saber se ela vale realmente alguma coisa.

Exponha a ideias para pessoas ligadas ao mercado

Em seguida, aborde pessoas experientes no mercado que você atinge e que sejam próximas de alguém que você conhece. Por exemplo, um ex-chefe que você respeita, ou um amigo da família.

Esses serão mais imparciais, comentando se consideram sua ideia realmente viável e como você pode melhora-la.

Tente trazer gente para o projeto de startup

Após pesquisar bastante sobre o tema, concorrência e ter o feedback de todos acima, tente convencer uma pessoa a trabalhar com você no projeto.

Por exemplo, peça 3 indicações de programadores confiáveis e conte sua ideia a eles. Se um ou mais se interessarem de verdade – por exemplo, concordarem em trabalhar recebendo somente um pequeno percentual do negócio – seu projeto começa a ter alguma chance de estar no caminho certo.

Crie um Pitch

Nesse ponto, você já é capaz de criar um pitch e treina-lo exaustivamente. Vá então a um meetup na sua cidade e apresente sua ideia ao máximo de pessoas que você puder.

Como praticamente todos no meetup estarão trabalhando em ideias próprias, qualquer interesse explícito sobre seu projeto irá lhe dar mais alguns pontos.

Apresente sua ideias em Open Pitch

Nesse ponto, ou você desistiu da sua ideia de startup, ou então mudou-a consideravelmente, ou já está bastante confiante no projeto.

Inscreva-se para apresentar seu projeto em sessões de open pitch, diversos meetups e competições permitem isso), e se seu trabalho estiver bem feito, um investidor irá procurá-lo por conta própria para saber mais.

E se você já tem algo pronto, provavelmente já está guardado por uma patente ou outro tipo de proteção. Caso contrário, lembre-se que provavelmente alguém já teve uma ideia idêntica à sua, e pode até ter descoberto antes de você, que ela não irá dar em nada.

Mesmo assim, o segredo de uma startup é como você executa o projeto – e isso depende somente da sua competência e do time que você montou, não do segredo que você guarda.

Agora que você já sabe como não deixar que roubem sua ideia de startup, acreditamos que ficará bem mais a vontade para discutir a sua ideia. mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Como não deixar roubar sua ideia de startup
Avalie este artigo

8 COMMENTS

  1. Estou começando um loja virtual de sapatilhas focado no publico feminino, e com empenho pretendo fazer-la se tornar uma das maiores e especializadas lojas de sapatilhas da internet. Ainda é uma pequena startup porem pretendo que ela seja a diferença entre muitas, estou trabalhando para que ela se destaque e não seja apenas mais um loja e claro me resguardando para ninguém pegar meus planos secretos rsrs

    Eilane Cristina

  2. Excelente, simples e coerente parabéns para o autor.
    Como diz Flavio Augusto do programa Geração de Valor – GV “Mais importante que o projeto é com quem ele vai ser executado” o artigo é bem direcionado para quem ta com algum projeto na caxola. #thinkdiferent

  3. Bom, as boas ideias sempre foram e sempre serão copiadas. Penso que o importante é tirar dela o máximo aproveitamento possível no tempo em que continue sendo só sua. Logo, otimizá-la. Andar com um pé na frente dos “copiadores”. Isso recai justamente sobre o que diz Jonny Ken no seu comentário “ter uma ideia boa, desenvolvê-la e sempre inová-la”.

    No entanto, todo o plano de trabalho exibido no post tem muito sentido; montar uma equipe eficiente em torno dela e não guardar o segredo.

    Abraços.

  4. Parabens pelo artigo, um mal que o brasileiro infrenta é não acreditar nos outros pois acha que sempre será roubado. Devemos abandonar essa ideologia fraca e sem sentido, porque pra alguem roubar alguma grande idéia, precisa investir realmente no projeto e arcar com toda a responsabilidade de tempo e dinheiro que você mesmo toma conta e isso desestimula pessoas curiosas.

  5. Sinceramente, se a idéia for boa, uma semana depois (ou antes) de lançar a sua idéia já terá uma cópia boa ou até melhor.

    O importante não é ter uma boa idéia e escondê-la. o importante é ter uma idéia boa, desenvolvê-la e sempre inová-la.

    O primeiro encurtador de URLs semelhante ao migre.me surgiu com pouco mais de uma semana. O diferencial foi o trabalho, o networking e a inovação constante.

    Como dizem por ai, uma idéia não vale absolutamente nada! O que vale é a implementação dela.

    Abraços

  6. A única forma que vejo é implementando a ideia.

    Se ela for realmente revolucionária e ninguém tiver pensado algo semelhante, o que seria muito difícil, as chances de cópias diminuiriam. Mas, mesmo sendo revolucionária, possivelmente alguém já pensou ou vai pensar nela em algum momento.

    O que vai diferenciar o produto final é a execução, e isso vai ser determinante para o sucesso.

    Agora, a ironia é que se você implementar, se a ideia e a execução forem boas, em algum momento alguém vai querer copiar esta sua ideia. Porém, ai você já vai ter uma vantagem de ‘timming’.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here