O posicionamento do pequeno empreendedor online

A internet apresenta uma variedade de nichos de mercado que podem se transformar em negócios bem sucedidos se devidamente explorados. Dentre tantas oportunidades já desenhadas com a transformação cultural destacam-se os mercados de nicho.

O empreendedorismo dentro deste cenário se mostra favorável, desde que o empreendedor online faça uma análise e descrição de cada área que deseja atuar. Ou seja, desenvolver um planejamento adequado para cada nicho.

Um negócio bem estruturado pode se tornar uma cadeia de negócios lucrativos. Há muitas técnicas e estratégias utilizadas para se obter sucesso, contudo todas elas exigem comprometimento. esse é o desafio do pequeno empreendedor online.

Dedicação

O conselho é trabalhar com aquilo que se gosta, ser apaixonado. Bons exemplos disso são os blogs de torcida de futebol. O empreendedor digital apaixonado divide com seus pares sentimentos, entusiasmo, notícias e tudo mais relacionado ao seu time do coração. Com isso cria uma legião de seguidores, leitores, simpatizantes, que interagem com a mesma paixão, criando assim um nicho de mercado insaciável.

Quanto mais recebem, mais querem, mais necessitam desse relacionamento. A audiência cresce e a possibilidade de “alimentar” esse público fiel e interessado com novos produtos pode ser a jogada.

É nessa hora que o empreendedor deve entrar em campo novamente, analisar seu negócio e identificar se ele pode transformar o projeto em algo realmente lucrativo.

O torcedor quer informação sobre seu time, quer dar opinião, quer se fardar. É o caso do blog gaúcho Grêmio Copero, que conquistou sua torcida e enxergou possibilidades de vitória.

Além da venda de anúncios, há receita na venda de produtos temáticos. A identificação de consumidores gerou um novo negócio que pode ser um passo para outro e mais outro negócio. Estas possibilidades emergem à medida que se constrói um relacionamento entre o público e o canal.

Na internet os canais de informação, de relacionamento e lojas eletrônicas precisam inovar, ampliar e oferecer mais para esses grupos sociais.

Diferentemente do ambiente físico, onde os clientes não visitam os locais com a mesma frequência que podem visitar no ambiente online, principalmente aqueles fiéis que acessam as páginas favoritas quase que diariamente, são demonstrados anseios, expectativas e motivações diferenciadas.

Para satisfazer esses nichos é preciso mudar a “vitrine” constantemente, criar ambientes temáticos. Por isso a importância de escolher o nicho certo e principalmente estar inserido nele, reconhecer os desejos de consumo de tal mercado e oferecer no momento certo e de forma certa.

A relação entre o empreendedor e o seu público alvo torna-se verdadeira e aproximação acontece mais naturalmente.

Outro exemplo pode ser o caso de uma mãe, educadora, pedagoga, apaixonada pelo que faz e pelo que é, que resolve escrever sobre assuntos relacionados à criança, educação, maternidade, família e dividir com pessoas também interessadas nos temas.

Por consequência, seu canal começa a crescer em audiência e lá já se vê uma ciranda de milhares de pessoas de mãos dadas em um relacionamento de afinidades e interesses comuns, cantando as mesmas cantigas. São outras mães, pais, educadores e profissionais participando e se envolvendo.

Neste cenário, com uma visão empreendedora, se inicia o negócio, se vê a possibilidade de realizar vendas, ofertar produtos segmentados e tornar seu canal lucrativo. Então o que vender? Livros, CDs e DVDs infantis, roupas, entre outros.

Espaços para publicidade segmentada de escolinhas, clínicas pediátricas, cursinhos e muito mais. Até mesmo se tornar parceiro de uma rede de conteúdos, potencializando assim o ganho através da publicidade veiculada por estes grandes parceiros.

Uma boa exemplificação para isso é o Google, que através do recurso AdSense, veicula anúncios relacionados com a temática do seu canal de comunicação, blog ou site. O Google efetua o pagamento para os parceiros de acordo com as conversões, cliques nos anúncio que forem gerados a partir do canal.

O conteúdo escolhido para se trabalhar, originará o seu grupo de relacionamento, o seu nicho de mercado. E daí em diante inicia-se a análise empreendedora. Quais as oportunidades que existem por trás desta abordagem? Qual o objetivo de quem consome estes conteúdos e quantas oportunidades existem por trás desta entrega de conteúdo?

Certamente o empreendedor que investe tempo informando, pode vender anúncios, link de produtos, ou até mesmo vender algum serviço ou produto próprio a partir da vitrine gerada pelo conteúdo vinculado.

Observa-se que na web as pessoas buscam consumir conteúdo, procuram por assuntos específicos, e com isso é possível realizar vendas, entregas de ofertas ajustadas para seu grupo social. Pois cada nicho tem seu mercado formado pelos perfis e objetivos dos seus componentes.

É neste ambiente que aqueles que estão vendendo, distribuindo ou divulgando tem a chance de alavancar negócios, construir marcas e ganhar terreno. O campo é grande, desafiador, competitivo. Então é jogar com vontade, chutar com força e bola na rede.

Como você vê o posicionamento do empreendedor no ambiente online? Tem Uma experiência? Compratilhe deixando o seu comentário.

Por Roberto Soares no Webinsider

O pequeno empreendedor no ambiente online
Avalie este artigo

5 COMMENTS

  1. Ainda existem barreiras a serem vencidas para que todos os empreendedores usem as facilidades do ambiente online. Eu mesmo tenho um aplicativo no Facebook voltado para os Empreendedores Individuais que é gratuito porém quando o apresentei a algumas pessoas recebi um feedback ruim por conta de preconceito com novas tecnologias.

  2. Gostei muito desta matéria, realmente a internet e um campo infinito de possibilidades. Tenho um site e realizo vendas pela internet, acredito que umas das maiores barreiras que existe ainda é a desconfiança das pessoas em comprar pela net, principalmente das pessoas mais conservadoras.

    Utilizo o PagSeguro da Uol mesmo assim alguns clientes me ligam para confirmar se eu entrego o produto e recebo no local ou se tenho loja física.

    Por outro lado aumenta os números de pessoas que compram pela net. Trabalhar na net exige muita dedicação para que as vendas continuem a crescer, realmente é para pessoas que gosta de trabalhar com criatividade criando oferecendo sempre o melhor para seus clientes.A receita para o Sucesso na net é muito trabalho e dedicação! Vale a pena se aventurar neste mundo de possibilidades.

  3. Olá! Esse site de um modo geral é uma ótimo auxílio e estimulante pra gente que trabalha com comércio virtual. Já fazem 4 anos que vendo bijouterias pela internet e de uns tempo pra cá, minhas vendas caíram demais da conta embora eu ofereça produtos bonitos e muito bem feitos. Se tiverem aí algum artigo que possa ajudar nesse segmento por favor me mandem o link, será de grande utilidade. Uma das coisas que eu não fazia e que ontem eu fiz foi mandar um email a todas as pessoas que me compraram com fotos de alguns lançamentos e convidando-as a visitar minha página no Elo7 e também no Flickr que foi a página que mais me deu retorno quando comecei. Eu fico com medo de não saber usar as palavras corretas, não me expressar bem e gostaria de ajuda nisso, pra fazer um bom pós venda, fidelização e até chamar clientes.
    Desde já agradeço.
    Marcelle

  4. Adorei esse artigo! Sou apaixonado por blogs e quero trabalhar diretamente com pessoas que gerem informação na internet. Estou preparando meu site para iniciar meu negócio na rede.

    • Boa sorte Tiago. Estruture bem o seu blog e se dedique a ele. O principal fator para o sucesso é um conteúdo de qualidade e bem apresentado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here