Número de mulheres empreendedoras cresceu 21,4% em uma década

Número de mulheres empreendedoras cresceu 21,4% em uma década
Número de mulheres empreendedoras cresceu 21,4%

Em uma década, o número de mulheres empreendedoras aumentou 21,4% enquanto a participação dos homens como donos do próprio negócio avançou 9,8%. Os dados fazem parte do Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas, elaborado pelo Sebrae em parceria com o Dieese, divulgado nesta segunda-feira, dia 14. O estudo leva me consideração o período entre 2001 e 2011.

Mesmo com o crescimento, as mulheres ainda são minoria no comando de micro e pequenos negócios: de cada dez empresas, três são comandadas por mulheres. Na divisão por regiões, o Norte apresentou o maior crescimento em uma década: quase 80%.

Na avaliação do presidente do Sebrae, Luiz Barretto, o resultado comprova uma tendência que vem surgindo nos últimos anos. “Há algumas décadas, o avanço feminino no mercado de trabalho é percebido em frentes variadas e não poderia ser diferente no empreendedorismo”, disse, em nota.

O estudo ainda aponta o perfil das mulheres empreendedoras: 41,3% têm entre 18 e 39 anos e 52% têm entre 40 e 64 anos. Do total, cerca de 40% delas são chefes de família e 70% têm ao menos um filho.

Para o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, há uma clara mudança na participação da mulher na vida econômica, mas ainda há mais por vir. “Será preciso um conjunto de outras transformações na vida pública e política com a presença das mulheres nos negócios, mas a situação precisará mudar também dentro dos lares, no que trata da divisão de tarefas domésticas, do cuidado com os filhos e das atribuições da vida familiar. As mulheres promoverão transformações no mundo dos homens e a sociedade toda irá se beneficiar”, afirmou em nota o diretor.

Características da mulher empreendedora

  • As empreendedoras, geralmente, dão mais atenção aos clientes
  • As mulheres investem mais em capacitação. A proporção de empresárias com, no mínimo, Ensino Médio completo, é quase o dobro do porcentual de homens com a mesma escolaridade
  • Proporcionalmente, as mulheres procuram mais o atendimento do Sebrae e estão sempre em busca de mais informação e orientação
  • Normalmente, as mulheres conciliam melhor suas atividades pessoais e profissionais
  • As mulheres buscam o empreendedorismo para ter maior flexibilidade de horários
  • As empreendedoras são, geralmente, mais detalhistas, sensitivas e intuitivas, características que podem contribuir para a gestão do negócio
  • As mulheres empreendedoras conseguem aliar as características de coragem, iniciativa e determinação, com a sensibilidade, intuição e cooperação

Fonte: Estadão PME

Número de mulheres empreendedoras cresceu 21,4% em uma década
Avalie este artigo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here