Veja neste artigo quando vale a pena financiar o investimento em uma franquia e o que você precisa levar em consideração na hora de avaliar essa alternativa.
Veja neste artigo quando vale a pena financiar o investimento em uma franquia e o que você precisa levar em consideração na hora de avaliar essa alternativa.

Vale a pena financiar o investimento em uma franquia?

Uma dúvida frequente entre empreendedores do franchising é se vale a pena financiar uma franquia ou se esse é um negócio apenas para quem dispõe de todo o capital necessário para o investimento.

Quando você entra num negócio, terá certeza de muitas despesas, e uma incerteza: as receitas.

Se estiver investindo numa franquia, será possível antecipar as informações sobre investimentos, despesas e receitas com base nos dados de outras unidades. Por isso, é importante estar associado a um franqueador experiente e profissional.

Esta informação antecipada, que somente as franquias lhe fornecem com segurança, é aquela que pode reduzir o risco do investimento e que lhe ajudará a definir se, para o negócio pretendido, vale a pena financiar o investimento.

Como avaliar o investimento em uma franquia

Para quem deseja uma franquia, muitas vezes a realidade é que o capital disponível para investir não é suficiente. A alternativa é buscar capital com terceiros.

Porém, o mais difícil neste momento é decidir quanto, como e onde conseguir financiamento para uma franquia.

Para facilitar sua decisão, utilize as informações fornecidas pela COF, a Circular de Oferta da franquia desejada. Neste documento, você encontrará todos os investimentos, despesas e receitas do negócio escolhido.

Na COF de uma franquia bem estruturada, você encontrará um Demonstrativo de Resultados da operação. Com isso, poderá projetar esses números para a sua realidade e tomar uma decisão.

Principais itens do investimento em uma franquia

Alguns itens que você deve considerar cuidadosamente para montar sua estimativa são:

Investimentos em obras de adequação e custos de ocupação

Muitas vezes é preferível pagar um aluguel mais elevado e estar exatamente junto ao seu público consumidor. No entanto, leve em consideração todos os detalhes como adequação do imóvel, taxas, licenças e especialmente o tempo de obra, que pode comprometer todo o investimento. Se possível, negocie uma carência compatível com o tempo de obra;

Taxas cobradas em uma franquia

As taxas cobradas pelo franqueador como a Taxa de Franquia, Royalties e a Taxa de Propaganda;

Investimento em instalações

O investimento em mobiliário, equipamentos e utensílios exigidos pelo negócio. Não deixe escapar nada pois sempre aparecem novos itens “não lembrados”;

As despesas operacionais

Além do aluguel (lembre-se que em shopping você terá Condomínio e Propaganda), considere as luvas de ponto (que é despesa, nem pense que vai conseguir recuperar ao vender o negócio), folha de pagamento, estoques, encargos e impostos.

São estas despesas que acabarão determinando qual será a sua necessidade de capital de giro até que as receitas estejam equilibradas com as despesas.

Por último, avalie as receitas do negócio, que devem ser muito realistas e dependerão de sua atuação e da localização do seu ponto.

Lembre-se que, no varejo, mais de 90% dos consumidores não se desloca mais do que 3 kms em média para consumir. Estar junto ao seu público-alvo é a definição de sucesso do empreendimento.

Quando vale a pena financiar o investimento em uma franquia

Quando as receitas geradas pela operação da franquia lhe permitem pagar todas as despesas, incluindo o financiamento e ainda sobra algo que represente valor para você, pode valer a pena.

Com esta simulação você montou o Plano de Negócios de sua franquia e poderá avaliar o Retorno do Investimento, o Ponto de Equilíbrio e então decidir sobre o que financiar e como. Algumas alternativas de financiamento, além do capital próprio:

  • Bancos – Prefira aqueles que possuam linhas oficiais de financiamento, especialmente para equipamentos, com prazos largos e juros razoáveis.
  • Investidores – Vão querer um pedaço do seu negócio e avaliar sua capacidade de trabalho para realizar resultados
  • Fornecedores – Muitas franquias negociam preços e condições dilatadas de pagamentos para mobiliário e equipamentos
  • Investimento familiar – Também conhecido como “paitrocínio”, passe o chapéu com a família, amigos e ofereça um pedaço dos resultados do negócio.

Um detalhe muito importante é a sua reserva para capital de giro e o seu envolvimento no negócio. Saiba que a falta de capital de giro e o abandono da operação são as principais causas de mortalidade de franquias.

Na hora de decidir se vale a pena financiar o investimento em uma franquia, leve em consideração esses fatores para tomar uma decisão consciente. Mantenha-se atualizado assinando o nosso Boletim Informativo.

GD Star Rating
loading...
Vale a pena financiar o investimento em uma franquia?, 10.0 out of 10 based on 4 ratings

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA