Franquias de Cosméticos e Perfumaria – Uma análise do setor

Franquias de Cosméticos e Perfumaria – Uma análise do setor

O segmento de beleza, onde se enquadram as franquias de cosméticos e perfuraria, segundo dados da Associação de Brasileira do Franchising – ABF, foi um dos que mais cresceu nos últimos anos.

No ano de 2015, o faturamento das franquias deste setor, apresentou um crescimento de 8%, correspondendo atualmente a 18% do faturamento total do setor de franchising brasileiro.

Se formos levar em consideração a inflação no período, veremos que na verdade, expurgados os efeitos inflacionários, o setor de franquias de cosméticos e perfumaria na verdade apresentou uma queda real de 2,4% sobre o mesmo período do ano anterior.

Se compararmos ao setor como um todo, o resultado não é ruim, já que segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos – Abihpec, o setor em geral teve uma queda real de 8% em seu faturamento.

Podemos creditar esse desempenho à crise econômica brasileira, que afetou a indústria e comércio como um todo, mas mesmo assim, se comparado a outros segmentos do franchising brasileiro, podemos dizer que o crescimento do setor de franquias de cosméticos e perfumaria foi um resultado louvável.

Panorama do setor de franquias de cosméticos e perfumaria

O setor de franquias de cosméticos e perfumaria é sem sombra de dúvida, um dos mais promissores do mercado brasileiro, e por isso mesmo, um dos mais procurados pelos empreendedores que tem no franchising o ponto de partida para os seus negócios.

O nosso mercado nessa área é o terceiro maior do mundo, ficando atrás apenas de Estados Unidos e China. O público brasileiro é responsável por 10% do consumo mundial desse tipo de produto. Esses são dados que tornam esse setor, presença obrigatória na hora de analisar o investimento em franquias.

O fato é que a mulher brasileira é extremamente vaidosa e isso se reflete no desempenho não só das franquias de cosméticos e perfumaria, como também no setor de franquias de beleza e estática, outro campeão de desempenho no Brasil.

Mesmo com esse tropeço, que podemos creditar muito mais à crise que se abateu sobre o país do que ao negócio em si, acreditamos que o setor de cosméticos e perfumaria continua sendo uma boa opção para o empreendedor que deseja iniciar seu negócio.

Um dado que confirma essa nossa opinião é a chegada de diversas marcas estrangeiras ao Brasil, atraídas pelo tamanho do mercado e pelas oportunidades existentes por aqui. São marcas fortes e consolidadas que sabem muito bem onde investem seus recursos.

Como investir em franquias de cosméticos e perfumaria

A queda no faturamento do setor em função da crise econômica é uma característica do setor de perfumaria e cosméticos. O setor é sensível aos solavancos da economia, mas nos últimos eventos parecidos com o que estamos vivenciando, observamos que também apresenta uma resistência muito grande.

As pesquisas mostram que o público brasileiro gasta em torno de 2% do seu orçamento doméstico com cosméticos, perfumaria e artigos de higiene pessoal. Isso faz com que o setor tenha um confortável “colchão” para absorver os impactos da crise.

Uma outra característica do setor de franquias de cosméticos e perfumes é que ele responde de forma imediata à melhora do cenário econômico. Isso faz com que o investimento neste tipo de negócio se torne bastante atraente neste momento, quando já se fala em termos atingido o “fundo do poço” em termos de crise.

Alguns aspectos a serem analisados

Para quem está pensando em investir no setor de franquias de cosméticos e perfumaria, existem algumas características do negócio que devem ser levadas em consideração. A primeira delas é o alto grau de competitividade que irá encontrar.

A concorrência é muito acirrada, com dezenas de marcas disputando por uma fatia do mercado. Por isso, é prudente pensar em se associar a marcas mais fortes e consolidadas no mercado, para reduzir os riscos do negócio. Marcas menos conhecidas ainda terão que lutar muito por uma participação mais significativa.

Embora as marcas mais fortes, como O Boticário e outras, tenham custos de franchising, como taxa de franquia e royalties mais elevados, o retorno do negócio tende a se dar a mais curto prazo, o que equilibra a equação financeira do investimento.

Outro ponto a ser considerado na hora de investir em franquias de cosméticos e perfumaria, é que muitas marcas utilizam outros canais de distribuição, como a venda de porta em porta através de representantes e também a venda pela Internet.

Isso pode criar um ambiente de desequilíbrio em termos de concorrência, que pode acabar por inviabilizar o negócio. Portanto, é importante analisar os outros canais de distribuição e o impacto que isso pode ter sobre o seu negócio.

Além disso, é preciso também analisar o investimento em marketing feito pelo franqueador, pois esse é um segmento onde é preciso contar com um forte apoio de divulgação através de diversos canais, como televisão e Internet.

Perfil de investimento em franquias de perfumaria e cosméticos

Observadas as diferenças e características entre as opções de franquias do setor de cosméticos e perfumes, podemos estabelecer o seguinte perfil para o investimento em empresas neste setor, com base em pesquisa realizada pela Serasa Experian:

  • Capital inicial necessário – De R$ 4,5 mil a R$ 510 mil
  • Necessidade de capital de giro – De R$ 1,5 mil a R$ 850 mil
  • Taxa de franquia – De R$ 5 mil a R$ 80 mil
  • Prazo de retorno do investimento – De 6 a 36 meses
  • Área da loja – De 2 a 200 m2
  • Número de funcionários – De 2 a 12
  • Lucro esperado sobre as vendas – 21,1 %

Como você pode constatar, o setor de franquias de cosméticos e perfumes é um dos mais atraentes do mercado brasileiro, e por isso, é presença obrigatória da lista de opções de qualquer empreendedor que deseja iniciar o seu negócio próprio através de uma franquia.

Por Maria Paula no portal Empreendedores Web

GD Star Rating
loading...

DEIXE UMA RESPOSTA