Veja nesta matéria como é feito o repasse de uma franquia e quais são os cuidados que o empreendedor deve ter neste tipo de negócio, que pode ser um bom atalho para quer deseja ingressar no universo do franchising.
Veja nesta matéria como é feito o repasse de uma franquia e quais são os cuidados que o empreendedor deve ter neste tipo de negócio, que pode ser um bom atalho para quer deseja ingressar no universo do franchising.

Como é feito o repasse de uma franquia

Você faz ideia de como é feito o repasse de uma franquia? Sabe em que situações isso pode ocorrer e quais são os procedimentos necessários para a conclusão do negócio?

Por vários motivos que não especificamente estão relacionados com mal desempenho da unidade franqueada, pode acontecer do franqueado querer vender seu negócio em funcionamento, o que pode ser uma boa oportunidade para aquisição de uma franquia.

Todavia, alguns cuidados específicos devem ser tomados pelo interessado nessa situação. Por isso, saber como é feito o repasse de uma franquia é tão importante para quem, por um motivo ou por outro, pretende se desfazer do negócio.

É válido mencionar que a Lei de Franquias não dispõe sobre como o repasse de uma franquia deve acontecer, então todas as regras sobre isso devem estar no próprio Contrato de Franquia.

Adquirindo uma franquia já em funcionamento

Em algumas situações, comprar uma franquia em funcionamento tem suas vantagens. Ainda que a unidade franqueada esteja com problemas de baixa performance, por exemplo, vale a pena analisar com critério o motivo do desempenho fraco.

Se o principal motivo para o baixo desempenho estiver ligado ao posicionamento dos sócios anteriores, mas há potencial de crescimento, o negócio ainda pode ser vantajoso.

No entanto, será necessária uma análise detalhada pelo interessado se é possível reverter esse resultado, pois se existem problemas intrínsecos com a unidade, como por exemplo o ponto não ser bom, esse resultado pode ser difícil de ser revertido.

Firmado o interesse e viabilidade da aquisição da franquia em andamento, é importante analisar o negócio como um todo, como se fosse uma aquisição originária, ou seja, a marca possui renome no mercado, as condições de operação dessa franquia são interessantes?

Dando início ao processo de repasse de uma franquia

Após isso, será importante definir se a aquisição será da empresa franqueada ou apenas o repasse da franquia. A grande diferença é que, na primeira hipótese há sucessão de passivos, inclusive tributários e trabalhistas, enquanto que, na segunda, isso não acontece.

Porém, tenha em mente que em ambos os casos será necessária a concordância do franqueador, já que a escolha do franqueado é prerrogativa, sempre, do franqueador.

Outro detalhe é que também haverá a cobrança de uma nova taxa de franquia do interessado, pois a franqueadora terá que analisar todo o cadastro para aprovação, realizar treinamento, etc.

É importante também verificar como está o contrato de locação do imóvel e o que este dispõe sobre transferência de locatário, principalmente em termos de eventual taxa de transferência e manutenção do valor do aluguel.

Tomadas as cautelas que mencionamos, o repasse de uma franquia em funcionamento pode ser um bom negócio.

Você poderá encurtar em muito o processo de instalação do negócio já que tudo estará prontinho, cabendo a você apenas assumir o controle, organizar o que estiver fora do lugar e tocar o negócio.

Agora que você já sabe como é feito o repasse de uma franquia, já tem mais uma alternativa para entrar neste negócio. Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

GD Star Rating
loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here